Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



21
Jul17

Capítulo 1

por Pedro Rodrigues

IMG_20170721_192359.jpg

"Casa do relógio" no lugar de Paço, em Válega (Ovar)

 

Válega é uma freguesia rural do concelho de Ovar, que faz fronteira com os vizinhos municípios de Estarreja e Oliveira de Azeméis. Apesar da sua ruralidade, Válega é uma terra próspera e populosa, ostentando, com orgulho, o estatuto de vila. O lugar de Paço, na fronteira de Válega com a freguesia oliveirense de São Martinho da Gândara, é constituído por umas escassas dezenas de casas e verdejantes campos, irrigados por um pequeno ribeiro.

Na casa do relógio, junto à fonte que abastece o lugar, Luís arrumava as malas. No dia seguinte viajaria para Lisboa, para onde iria morar com os pais. Nos últimos dois anos vivera ali com os avós, mas por diversos motivos resolveu abandonar a sua terra-natal e rumar à capital. A sua passagem para o 10.º ano de escolaridade fê-lo optar por esta mudança tão radical, pois em Lisboa teria uma escola muitíssimo mais perto de casa. Mas este não foi o principal motivo que fez Luís mudar de ideias. Há dois anos, quando os seus pais se mudaram para Lisboa, Luís quis permanecer em Válega, junto com os avós, devido ao seu namoro com Teresa. Desde muito pequenos que Luís e Teresa eram grandes amigos mas, de há três anos a esta parte, que os dois adolescentes, então com 14 anos, iniciaram um terno e doce namoro. No entanto, em três anos muita coisa mudou na relação entre os dois namorados, nomeadamente o sentimento de amor que os unia. Um sentimento que se foi deteriorando, em especial por parte de Teresa. Há dois meses, nas festas em honra da Santa Marinha, em Avanca, Teresa decidiu pôr um ponto final a um namoro que só existiu, na verdadeira acepção da palavra, nos primeiros tempos daquela relação. As palavras de Teresa, naquela noite quente de Verão, ficaram gravadas na memória de Luís.

- Luís, perdoa-me, mas eu... eu já não te amo. Desculpa se estou a ser injusta contigo mas é melhor, para mim e para ti, que tudo o que existiu entre nós acabe já aqui. Sem ressentimentos. Sem rancores. Sem...

- Chega, Teresa! Não quero ouvir mais nada!

E dito isto, Luís virou-lhe as costas e, desde aquele instante jamais vira Teresa. Ele não a procurava e Teresa evitava, a todo o custo, um reencontro com o ex-namorado.

Depois das malas arrumadas, Luís saiu para a rua, indo ao encontro do seu grupo de amigos. O Daniel,Sofia e a Fernanda.

- Então, rapaz!... que cara é essa?! Alegria, homem!

- Como é que posso estar contente se amanhã vou para Lisboa?

- Não penses assim, Luís! Um período lectivo passa tão depressa! Já, já é Natal e tu estarás aqui connosco de novo...

- Isso é fácil de dizer, Daniel, mas o pior é chegar ao fim destes três meses.

- Tretas! Vocês acham mesmo que o Luís está assim por ir amanhã para Lisboa... é mas é por causa da minha prima. Confessa lá, Luís...

Luís olhou para Sofia e riu-se.

- Bingo! Acertaste em cheio...

Sofia levantou-se e aproximou-se do amigo.

- Não penses mais nisso! A Teresa foi injusta contigo... mesmo muito injusta! Tu não merecias o que ela te fez, por isso esquece-a. É melhor para ti...

- Eu adoro-te, Sofia! Se não fosses tu não sei o que seria de mim...

- Não digas isso! Então e a Nanda? E o Dani?!

- Sim, eu não me esqueci deles... mas eles não me podem levar a mal o facto de tu seres a minha melhor amiga. Mudando de conversa... querem lá vir a casa?

- Vamos, pois!

Até à hora do jantar, os quatro amigos jogaram às cartas, conversaram e lancharam. Eram sete horas quando Sofia, Fernanda e Daniel se despediram de Luís. Depois do jantar, este e o avô foram a Ovar buscar uma encomenda para, no dia seguinte, de manhã bem cedo, rumarem para Lisboa.

 

CONTINUA...

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De Corvo a 29.07.2017 às 13:38

Boa tarde.
Comecei a seguir. Obviamente ainda não tenho opinião, e tão-pouco sei se o Pedro a deseja.
De qualquer maneira vou ler. Romance é a minha leitura preferida.
Um excelente fim-de-semana.
Imagem de perfil

De Pedro Rodrigues a 29.07.2017 às 13:44

Boa tarde! Seja bem-vindo ao meu cantinho. Todas as opiniões, favoráveis ou não, serão bem-vindas! Bom fim-de-semana!
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 02.08.2017 às 11:00

Curiosamente, foi também há cerca de 20 anos que escrevi as minhas primeiras histórias, que deram origem, em 2016, ao meu primeiro livro "Ainda Existem Finais Felizes?". E uma delas também se chamava "Tudo Por Amor"! À excepção de uma, todas as outras estão publicadas no blog "Histórias e Contos".
Em 2017, chegou mais um "Em Busca da Felicidade".
Foram ambas edições de autor (não tinha verbas para editar através de uma editora conhecida), em que ofereci alguns livros a amigos e familiares, vendi outros para fins solidários e pouco mais. Mas vale sempre a pena ter o nosso livrinho na mão.
Hoje em dia, não tenho tanta imaginação nem paciência para escrever histórias.

Vou começar a acompanhar esta história :)

Imagem de perfil

De Pedro Rodrigues a 02.08.2017 às 11:19

Após ter terminado este, nunca mais me deu uma pontinha de inspiração para escrever...
Boa leitura! Está um bocadinho tosco eheh. Se encontrares algum erro ortográfico reclama xD
Imagem de perfil

De Only one girl a 03.08.2017 às 08:46

Adorei, muito mesmo, já queria acompanhar há algum tempo mas depois não o fiz...
Beijinhos
Imagem de perfil

De Pedro Rodrigues a 03.08.2017 às 09:28

Bem-vinda ao meu conto! 😊
Sem imagem de perfil

De Bailarina Da Lua a 08.08.2017 às 20:08

Tal como prometido, comecei a ler o conto :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ