Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



22
Jul17

Capítulo 10

por Pedro Rodrigues

No dia seguinte, como em todas as quartas-feiras daquele ano lectivo, Luís só teve aulas de manhã. À saída, como tinham combinado na véspera, Sílvia e Luís foram almoçar juntos para casa deste. Mas antes, Luís foi à Casal Ribeiro comprar um bilhete para ir à terra. De novo na rua, Sílvia perguntou-lhe:

- Vais passar o fim-de-semana à tua terra? Isso é que são saudades!

- Tenho mesmo de lá ir... é a minha felicidade que está em jogo...

- Não percebo!

- Ontem recebi uma carta de uma das minhas amigas lá de Ovar. A Teresa parece que se arrependeu...

- Compreendo-te... tu deves gostar mesmo muito dela...

- Oh Sílvia, eu amo a Ter...

Ao ouvir aquilo, Sílvia baixou a cabeça, tentando esconder a tristeza que sentia. Luís tinha-se apercebido e disse:

- Desculpa... não devia ter-te dito isto.

- Esquece isso agora... ainda falta muito para chegarmos a tua casa?

- Não! É já aqui no Saldanha. Estamos mesmo, mesmo a chegar!

- Estou cá com uma fome!

- A sério?! Espero que gostes do almoço!

- O que é?

- Ontem a minha mãe falou-me em carne assada.

- Maravilha! O meu prato preferido!

- Então, sendo assim, já somos dois!

- Já temos uma coisa em comum...

- Pronto, chegámos! - disse Luís, abrindo a porta do prédio. - Primeiro as senhoras!

- Muito obrigada! - disse Sílvia com um enorme sorriso.

Luís e Sílvia subiram a pé até ao primeiro andar e depois de terem entrado em casa daquele, Luís apresentou Sílvia à mãe.

- Olá mãe! Apresento-te a minha nova amiga Sílvia... Sílvia, apresento-te a minha mãe, Antónia.

- Prazer!

- O prazer é todo meu! Fico contente por o meu filho ter arranjado uma amiga tão bonita.

- Obrigado, D.ª Antónia! Mas não precisa exagerar!

- Querem já almoçar?

- Sim, mãe... mas primeiro vou arrumar as minhas coisas.

 

Enquanto comiam, Sílvia perguntou a Luís.

- O que é que vamos fazer esta tarde?

- Para mim, qualquer coisa serve! Queres ficar aqui ou sair?

- Sair? Para onde?

- Sei lá... com este tempinho bom apetecia-me dar uma volta...

- Tive uma ideia! Vamos até ao Parque Eduardo VII, lanchamos por lá, e de lá apanhamos o autocarro para Queijas...

- E vou a tua casa?

- Exacto! Assim já ficas a saber onde eu moro.

- Boa! Então vamos a isto que é uma pressa!

 

Após o almoço, Luís foi ter com a mãe.

- Mãe, nós vamos dar uma volta e depois vou com a Sílvia até Queijas. Em princípio, só voltarei para o jantar.

- Está bem, filho. Não te preocupes!

 

CONTINUA...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ