Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



28
Jul17

Capítulo 25

por Pedro Rodrigues

No dia seguinte, tiveram início as férias da Páscoa. Luís e Sílvia foram passá-las para Válega. Logo de manhãzinha chegaram à Estação de Santa Apolónia para apanharem o comboio das 9h00 para Ovar. A longa viagem foi passada a namorar, a contemplar a paisagem ou, simplesmente, a conversar. Em Coimbra dirigiram-se ao bar, onde comeram uma sandes e beberam um sumo. À chegada a Ovar, o avô de Luís esperava por eles. Após a curta viagem até Válega, e depois de tudo arrumado, foram almoçar. De seguida, fizeram uma visita aos amigos, começando por Sofia.

A Semana Santa passou-se com muitos passeios por aquela região. Do castelo de Santa Maria da Feira à cidade de Aveiro, Luís e os amigos levaram Sílvia a conhecer toda aquela fascinante região, onde o antigo e o moderno se conjugavam na perfeição. Na 6.ª Feira Santa, o passeio foi até Arouca. Um concelho onde a natureza não foi parca na "dádiva" de belezas naturais. Em primeiro lugar, a subida à Serra da Freita, com a sua belíssima cascata da Frecha da Mizarela; depois a vila de Arouca e a subida ao monte de Nossa Senhora da Mó, de onde se alcança um admirável panorama. A seguir ao almoço, a viagem por terras de Arouca prosseguiu até à parte nordeste do concelho, onde o vale do Rio Paiva ficou na retina de Sílvia e Luís, que nunca tinham ido para aqueles lados. Ao fim do dia regressaram a casa. A noite foi passada em amena cavaqueira e a ouvir música em casa de Sofia.

Passados o Sábado de Aleluia e o Domingo de Páscoa, voltaram os grandes passeios. Num dia o Porto, no outro Coimbra e o Buçaco. E assim as férias da Páscoa entraram na recta final. Depois de tantos passeios chegou a hora do regresso a Lisboa. Na última noite em Válega, Sílvia estava mais triste do que nunca. Sofia apercebeu-se e perguntou-lhe:

- O que é que tens hoje, Sílvia?!

- Esta é, quase de certeza, a última vez que nos vemos...

- Que história é essa de última vez?! Não vens cá nas férias grandes?

- Conta-lhe, Luís...

- Sofia, a Sílvia vai-se mudar para Paris com os pais... a partir de Julho vão começar a trabalhar numa empresa de lá...

- E como é que fica o vosso namoro?

- Não te preocupes, amiga... eu e o Luís não tencionamos acabar o namoro. Ele vai passar as férias grandes comigo em Paris.

- E depois das férias?

- A distância não será problema. Nós temos absoluta confiança um no outro...

- Espero que tenhas razão, Sílvia. Ver o Luís de novo sozinho e triste é tudo o que eu menos quero...

- Sempre querida esta miúda! - disse Luís, abraçando a amiga.

- Sofia... agora tem mesmo de ser. Estou a cair de sono e amanhã temos de nos levantar cedo. O avô do Luís quer sair daqui às seis...

- Tudo bem! Então quer dizer que já cá não vêm à terra antes da vossa ida para Paris.

- Não. Ainda não temos data marcada, mas a nossa partida será logo a seguir às matrículas do Luís. Sofia, um abraço de despedida...

- Oh amiga, espero que sejas muito feliz nesta nova etapa da tua vida!

- Isso não te posso garantir, Sofia. Do que eu tenho a certeza é de que jamais te esquecerei. Uma amiga como tu não se esquece nunca!

- Não exageres, Sílvia... e tu, Luís, não vens cá acima este ano?

- Talvez só em Setembro, depois de vir de Paris.

- Muito bem! Espero que façam uma boa viagem até Lisboa, e que corra tudo bem lá por França!

- Muito obrigada, amiga! Também te desejo toda a felicidade do mundo! - disse Sílvia, dando um último beijo a Sofia.

- Adeus! - despediu-se Sofia com lágrimas nos olhos.

 

CONTINUA...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ