Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



16
Ago17

Capítulo 50

por Pedro Rodrigues

Durante as férias da Páscoa, Luís não viu Sandra. Ao invés, via Maria quase todos os dias. Na segunda-feira da Páscoa lancharam juntos num acolhedor café da Rua Pascoal de Melo.

- Porque é que não foste a Ovar nestas férias, amigo?!

- Custa-me tanto lá ir, Nanda... acreditas que já lá não meto os pés desde o funeral da Teresa? Não existe um unico lugar em Paço que não me faça lembrar dela. Mas... sou capaz de lá ir neste Verão.

- Isso mesmo, Luís! Repara numa coisa, amigo... é quase impossível esquecer a morte de uma pessoa de quem se gosta muito, certo? Isso quer dizer que, como nunca vais conseguir esquecer a Teresa, jamais irias a Ovar por causa desses motivos. E quais seriam as principais consequências desse acto que tu, certamente, não quererás?

- A perda de contacto com o Daniel, a Fernanda e a Sofia...

- Exactamente!

- Queres lá ir passar uns dias comigo?

- Se me quiseres lá...

- Claro que quero, tonta! Tu e a Sandra...

- É verdade! Já sei de tudo!

- De tudo o quê?!

- Que te declaraste à Sandra...

- Grande coisa! Ela já tem namorado...

- Não percas a esperança, aquilo não é namoro para durar muito tempo...

- Não foi isso que ela me deu a entender...

- Ela disse-te que por nada deste mundo o queria perder... não ligues! Isso era naquele dia! Ontem estive com ela e soube que nem tudo vai bem com o namoro deles.

- A sério?!

- Achas-me com cara de mentirosa? Luís, não percas a esperança! Quando for a altura certa para lhe voltares a pedir namoro eu digo-te, tá?

- Fazes isso por mim?

- Claro que sim, Luís!

- Tu não existes, Maria... sem a tua amizade e a da Sandra eu não era ninguém...

- Não digas tolices! Tu só nos conheces há dois anos e tal, e antes?! Eras um zé-ninguém? Não me parece!...

- Mas aí era diferente...

- Não sejas pessimista... isso não te leva a lado nenhum! Responde-me só a uma coisa, quais foram as tuas notas?

- Tive 15 a Geografia, 12 a História e anulei a Filosofia...

- Hmm... como tu não queres continuar os estudos, pelo menos por enquanto, escusas de te preocupar com as notas. És inteligente, não precisas de te esforçar muito para, se quiseres, subires mais um bocado a História. E para o ano, se quiseres, fazes a Filosofia à noite, no Camões ou em outra escola qualquer. Tirando isso, preocupa-te apenas com uma coisa! Com uma pessoa de quem gostas muito, e que se chama Sandra. Mas não podes ser pessimista! Atira-te de cabeça e com pensamento positivo!

- Vou fazer todos os possíveis para que isso aconteça!

- É assim mesmo que gosto de te ver! Alegre, decidido a conquistar uma coisa, nem que essa coisa esteja num local de acesso quase impossível. Meu amigo, só te vou dar mais um pequeno-grande conselho... caso tenhas sorte com a Sandra, e se quiseres que a vossa relação seja duradoira, não podes esconder nada dela. Ela é uma excelente pessoa, mas se descobre que estão a enganá-la ou a traí-la pelas costas, então esquece! Não tens a mínima hipótese com ela...

Maria olhou para as horas, e disse:

- Ai amigo, distraí-me completamente com as horas... tenho de ir para casa.

- Vou já chamar o empregado de mesa... - disse Luís.

Depois de tudo pago, Luís e Maria despediram-se.

 

CONTINUA...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ